10 livros sobre mitologia grega que você precisa ler – Parte 2

Conheça algumas obras sobre um dos assuntos mais fascinantes do mundo.

Gostou da primeira parte? Vamos continuar com a lista dos livros incríveis sobre mitologia grega que você precisa ler!

  1. As 100 melhores histórias da mitologia

A Guerra de Tróia, Os Doze Trabalhos de Hércules, A história de amor de Cupido e Psique, A desgraça de Édipo, O retorno de Ulisses a Ítaca, As maiores batalhas do mundo antigo, o nascimento dos heróis, os considerados principais episódios envolvendo deuses e deusas do Olimpo, mortais, imortais, monstros e bestas são relatados na obra em sua forma original, como se fosse uma ficção. Nas cem histórias que compõem este livro, as forças da natureza tornam vida, forma-se o Universo, nasce o homem, surgem os animais e explicam-se, segundo a ótica da mitologia greco-romana, os primórdios da existência e da história da humanidade.

  1. A divina comédia

Dante é condenado ao exílio. Ele se perde em uma selva escura e enfrenta muitos obstáculos – uma pantera, um leão e uma loba, até encontrar Virgílio, grande poeta latino que o orienta quanto ao caminho que ele deve seguir. Dante, então, realiza uma jornada espiritual pelos três reinos – Inferno, Purgatório e Paraíso, onde encontra seu eterno amor, Beatriz.

  1. Mitos clássicos

Um guia fundamental dos mitos e lendas que moldaram o mundo. Os mitos da Grécia e Roma antigas estão entre as mais dramáticas e apaixonantes histórias de amor, guerra, heroísmo e traição criadas pelo homem. Seus personagens inspiram as artes e ajudam o homem a compreender a si mesmo – Ícaro voa perto demais do sol, Prometeu rouba fogo dos deuses, Édipo vive sua tragédia incestuosa. Agora os apaixonados pela mitologia antiga têm em mãos um guia essencial. A famosa classicista Jenny March apresenta uma deliciosa compilação dessas histórias e conduz o leitor às origens, transformações e interpretações dos mitos que moldaram o mundo.

  1. Mito e mitologia

Uma abordagem do mito na sua essência e função, desde o mundo clássico até ao cristianismo, escrita pelo maior especialista da religião grega.

  1. O oráculo de delfos

Na virada para o primeiro milênio antes de nossa era penetram os deuses olímpicos em sua marcha vitoriosa no mundo grego. Apolo vem a Delfos; Febo, o luminoso, assume o santuário das profundezas. O mito relata esta tomada de poder de modo variado, mas sempre algo violento. De fato, Apolo mata o dragão Python, que habitava uma caverna ao lado de uma fonte. Esse dragão era filho da Terra e guardião de seu santuário; sobre ele também consta que teria tentado impedir o nascimento de Apolo, para tanto perseguindo sua mãe Leto quando ela, grávida, perambulava pelo mundo. Por esta razão mata-o Apolo de imediato, ainda criança, com arco e flecha. Gaia, entretanto, não lhe cede o oráculo sem resistência. O pequeno Apolo voltou-se então a seu pai, Zeus, que não pôde resistir aos pedidos envolventes da criança e, de certo modo, entronizou Apolo em Delfos…