topo_materia_bienal

24ª Bienal do Livro

O primeiro fim de semana da 24ª Bienal Internacional do Livro, em São Paulo, provocou grande movimentação no Pavilhão de Exposições do Anhembi, em Santana, na Zona Norte de São Paulo. Há desde romances de época, que fazem o maior sucesso entre as mulheres, até livros de guerra, além de muitas surpresas.

Através dos livros é possível ir para longe e para perto. É só sentar ou ficar em pé, cada um lê de um jeito. A escritora Babi A. Sette escreve para quem gosta de romances de época: o seu “O Despertar do Lírio” vai te levar até o século XIX.

“A beleza da literatura é, que é assim, a gente tá falando de um romance de época mas as emoções humanas são muito atuais, né. Então não muda. A gente vai encontrar sentimentos que se repetem hoje. Eu acredito que essa é a grande beleza mesmo de qualquer literatura”.

Outro livro em exposição na Bienal conta a história de uma mulher que fabrica perfumes Na Paris do século XX e que vive um amor proibido: é “Perfumes de Paris”, da escritora Sayonara Salvioli.

“Segundo relatos de leitores, né, que realmente já chegaram até mim. Eles de fato foram à França sem fazer força. E de fato, a intenção do romance de época é esse: é tratar de personagens fictícios, histórias e peripécias criadas pelo autor”, diz ela.

Best-sellers
Como é de praxe, a participação de autores internacionais é o principal chamariz do evento. A irlandesa Lucinda Riley é uma das convidadas desta edição. Traduzida para 22 línguas em 36 países, a irlandesa é famosa por seus romances históricos e pela série “As sete irmãs” – que terá seu terceiro volume lançado na Bienal.

Responsável pelos sucessos “Melancia” e “Sushi”, a também irlandesa Marian Keyes é outro destaque da programação. Ela já vendeu mais de 22 milhões de livros no mundo todo e foi traduzida para 32 idiomas.

As escritoras do segmento jovem adulto Ava Dellaira (“Cartas de amor aos mortos”), Jennifer Niven (“Por lugares incríveis”), Amy Ewing (“A joia”) e Tarryn Fisher (“A oportunista”) também passarão pela Arena Cultural, o principal espaço de encontro com os autores na feira.

Também estarão na Arena Cultural: Leandro Karnal, Mauricio de Sousa, Carlan Audrey, Mario Sergio Cortella, Luiz Felipe Pondé, J. Sterling, Iberê Thenório, Mariana Fulfaro, Mac Barnett, Francisco Cuoc, Thalita Rebouças, entre outros.

Youtubers
Os fenômenos da internet compõem uma vasta agenda na edição deste ano. Pela Arena Cultural, passarão Pedro Afonso, o Rezendeevil, autor de “Dois mundos, um herói”, Julia Tolezano, a Jout Jout, que escreveu “Tá todo mundo mal”, Kéfera Buchmann, de “Muito mais que cinco minutos”, e Christian Figueiredo, de “Eu fico loko” (veja outros nomes abaixo).

Outros youtubers na programação: Lucas Rangel, Isabela Freitas, Bruna Vieira, Mandy Candy, Maju Trindade, PC Siqueira e Cauê Moura.

Espaço Mauricio de Sousa
Na agenda para as crianças, o destaque é o espaço dedicado ao desenhista Mauricio de Sousa. O local terá uma terá uma exposição em homenagem aos 80 anos do criador da Turma da Mônica, com uma linha do tempo dos melhores momentos da vida e da carreira do ilustrador. Os pequenos e fãs mais antigos também poderão brincar com escorregador, parede de escalada, pintura e uma Mônica de 3 metros de altura. O espaço também terá uma ferramenta de personalização e produção de livros. Por meio de um totem interativo, os visitantes poderão customizar o seu próprio avatar.

Música
Também há espaço para música no evento literário. Neste ano, a Bienal dá destaque à cultura popular nordestina, com um espaço dedicado ao repente e ao cordel. Participam Paulo Araújo, que está na trilha da novela “Velho Chico”, Edmara Barbosa, Klevisson Viana (ganhador do Prêmio Jabuti), Stélio Torquato, Bráulio Taraves, Arlene Holanda, Marco Haurélio e Crispiniano Neto. Edgard Scandurra e seu filho, Daniel, que fazem parte da banda Pequeno Cidadão, também participarão de um bate-papo e darão uma palhinha juntos no espaço Edições Sesc São Paulo.

Bienal Internacional do Livro de São Paulo 2016:

Quando: de 26 de agosto a 4 de setembro
Onde: Pavilhão de Exposições Anhembi (Av. Olavo Fontoura, 1209, Santana)

Fonte: G1